quinta-feira, 26 de maio de 2011

Comer Socialmente


Em “Ainda não Notaram” de 02 de Maio, eu havia dito que teria a última festa de aniversário do semestre e só voltaria a enfrentar esse tormento em Setembro, que por sinal será o meu aniversário, vou fazer bolo de biscoito integral, sem recheio e sem cobertura, para beber, um chá verde básico – Que tal? Coitados dos convidados! - rsrsrs

Pois é! O problema é que esqueci que ainda estavam faltando dois aniversários de pessoas muito próximas na família, tão traumatizada com festas de aniversário que consegui esquecer que faltava a do meu marido, ah coitado!

Pois é, nesse final de semana teremos duas, uma no sábado e outra no domingo – socorroooooo!!!!!!

O negócio é fazer o bolinho, e SE CONTROLAR, nas duas festinhas.

Como eu disse lá no comecinho do blog, nossa família não faz dieta conosco, não dá para submetê-los ao mesmo cardápio e às mesmas regras, somos nós que temos que nos controlar e PONTO.

Depende de nossa força de vontade conseguir manter o controle, e além de tudo precisamos ser discretos, para não nos tornar aquela pessoa chata, que só fala de dieta, que acaba parecendo mais antipática do que o normal.

Elegante mesmo é pegar um salgadinho e ficar com ele muito tempo nas mãos, pois as pessoas ficam com a impressão que você está comendo normalmente, quando na verdade você está fazendo figuração.

Assim, ninguém fica implicando com sua dieta, você não passa aquela impressão de que é um “CHATO (A)” e disfarçadamente acaba seguindo sua nova filosofia de vida.

E para completar, as pessoas começam a te ver de uma forma diferente, aos poucos param de pensar que você é um “ex gordo (a)”, pois vão ficar surpresos com sua postura e de certa forma intrigados, pois continuam te vendo comer “normalmente” e você está ganhando aquele corpinho invejável, logo vão se perguntar: “_ Como ele (a) está conseguindo isso?

E não contamos nosso segredo para ninguém!!!!!

10 comentários:

  1. Bom dia !

    Lendo o blog sempre me identifico.... rs. As festas de aniversário sempre são um tormento pra mim, mas não porque não quero comer e sim porque quero. Adoro salgadinhos, docinhos.... são uma perdição. Não consigo me controlar de comer apenas um, então pra não cair na tentação não como. Parece que se como um abre o apetite e a vontade louca de mais e mais ...

    ResponderExcluir
  2. É Cidinha,

    Não tem jeito mesmo, eu também ADOOOOOROOOOOO tudo que encontramos nas festinhas, mas de uns tempos para cá tenho segurado firme a "onda", pois é isso mesmo, se perceber que não consegue se controlar é mesmo melhor não comer nenhum, infelizmente não tem outra solução.

    Eu passei a dividir os salgadinhos com meu marido, para não ficar com vontade, dou uma mordida em cada um, pois sempre queremos experimentar todos, e para fazer isso, dou apenas uma mordida naqueles que eu julgar irresistíveis.

    Ah, antes de sair de casa costumo comer algo "permitido", para não chegar à festa com muita fome, assim, acabo conseguindo controlar um pouco mais.

    ResponderExcluir
  3. Oi pessoal, tb me identifico com esse problema, minha familia é mto grande, meu pai e minha mae tem nove irmaos cada, ou seja só de primos ja sao mais de 50 somando os dois lados, é festa que nao acaba mais.
    E tem outra situação bastante complicada meu namorado, e essa é a pior parte, por mais que ele me apoie na dieta e me de força, sempre saimos final de semana, e principalmente aqui em Franca nao tem outra coisa a se fazer do que sair para comer, é pizzaria, churrascaria, barzinho que sempre tem porções engordantes.. Afff mto dificil, estou tentando me controlar ao maximo mas é dificil, é um exercicio diário. Por exemplo ontem, tivemos reuniao na igreja e depois uns amigos nos chamaram para comer caldo, como recusar? Fui, peguei o menor caldo e menos engordante, mas mesmo assim estou com mta dor na consiencia me sentindo mto mal e comendo o menos possível hoje para compensar.

    ResponderExcluir
  4. Ai, Ai, Ai Aline!

    Tem que entrar num acordo com o namorado.

    Não dá para comer itens "engordantes" todo dia, ou numa freqüência muito alta.

    Se não o sistema de compensação não funciona.

    Estou estudando o assunto que trata de vida social para discutir melhor o tema, mas quem tem vida social muito movimentada terá mais dificuldade, embora seja uma questão de CONTROLE. Conseguindo segurar a "onda" não tem problema.

    A questão é que segurar a "onda" é bem difícil, principalmente no começo. Depois de um tempo, você fica mais forte e consegue mesmo evitar um monte de coisas, pois ó de olhar, perde a vontade, pois está concentrada no seu objetivo e percebe naturalmente como alguns itens não servem para outra coisa a não ser engordar.

    ResponderExcluir
  5. Olá...

    Nem me fale em festinhas, comer fora, isso tudo é uma grande perdição pra mim...rsrsrs

    E para variar tenho uma festa mexicana para ir na sexta-feira...hum...adoro..vou tentar me controlar.

    Ontem passei mal, com essa estória de comer salada de repolho, que eu adoro..acho que ingeri muita fibra, pois passei a noite com uma cólica estomacal terrível..só pode ter sido isso. mas, eu tomei bastante água..essa eu não entendi..aí hoje não comi e nem vou comer essa salada. Outra coisa que não posso comer é aveia, nossa, teve uma época que eu comia duas colheres por dia, depois de uma semana comecei a ter essas cólicas, e foi só parar que elas sumiram..estranho nosso organismo, né? dizem para comer fibras, mas não é bem assim, acho que cada organismo tem um limite..deve ter, o meu, pelo que eu percebo é bem baixo...e ainda estou com dores hoje o dia inteiro :(

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Polly, todos os dias, eu observo a mim mesma e ao meu redor para descobrir algo novo para contar aqui no blog, e hoje foi o que me ocorreu.

    ResponderExcluir
  7. É Gisele,

    Se você leu meus textos anteriores deve ter visto o quanto chamo a atenção para a necessidade de observarmos nosso organismo e as suas reações, pois nem tudo que DIZEM ou VENDEM por aí, serve tão perfeitamente para todo mundo.

    Muitas vezes a neurose de ficar pensando que precisa de tanta fibra faz seu organismo ficar de certa forma até dependente das famosas fibras.

    Só o fato de a mulher aceitar que todas têm mesmo o intestino preguiçoso, faz com que acabe tendo mesmo, é o efeito psicológico para vender aqueles famosos iogurtes, ou algum remedinho milagroso.

    Algumas nem precisam assim de tantas fibras, mas colocam na cabeça que não vivem sem elas e criam a dependência inconscientemente.

    No seu caso, talvez não precise de tanta quanto estava ingerindo, continue assim, testando, observando e fazendo as correções e adequações necessárias.

    ResponderExcluir
  8. Olá querida Edamoa, Sabe que eu me dei muito mal na formatura da namorada do meu sobrinho por tentar seguir a "regra" de comer em casa antes da festa
    Comi um sanduiche de pão integral light, com queijo branco e tomate e tomei um suquinho light também. Chegando á festa, fui direto dançar sem me preocupar com mais nada. Depois de algumas horas, já de estomago vazio, tomei duas doses de uísque e fiquei completamente bebada!!!!Meu marido que teve de dirigir até em casa, já que ele não bebe. Da próxima vez, vou comer minutos antes de sair de casa e na festa, escolher coisas assadas e em pequenas quantidades...Beijos

    ResponderExcluir
  9. É Silmara,

    O ideal é sempre comer um pouco em casa, mas não para não comer nada no evento, é apenas para não chegar com muita fome e acabar comendo além da conta...

    ResponderExcluir

Obrigada por sua contribuição.
Minha resposta para seu comentário estará disponível juntamente com ele, o mais rápido que eu puder.